10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Navios fantasmas nem sempre são tão assustadores como pode parecer. Eles geralmente se referem a navios reais, navios no mar sem qualquer tripulação. Às vezes, são barcos em trânsito que se desviam de sua rota e acabam sofrendo tantos danos que a tripulação perde sua confiança e abandona o avio, aparecendo em terra viva bem mais tarde.

Existem alguns, no entanto, que são encontrados vazios e sua tripulação totalmente desparecida. Aqui estão 10 navios com desaparecimentos estranhos, tripulação ainda em falta e circunstâncias inexplicáveis.

#1 Mary Celeste

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Em novembro de 1872, Benjamin Briggs embarcou no Mary Celeste como seu capitão, junto com sua esposa, filha e oito companheiros de navio. O objetivo era ir de Nova Iorque para a Itália, mas a viagem não durou mais de um mês antes de aparecer sem habitantes. O bote salva-vidas do navio tinha desparecido, mas tinha seis meses de comida e água a bordo e sem sinais de danos estruturais ou uma luta.

O navio tem várias teorias: motim, piratas, monstros do mar, um escravo vingativo, e uma explosão de álcool bruto. Seja qual for a causa, Mary Celeste vive com o mais famoso mistério de um navio fantasma.

#2 Manfred Fritz Bajorat

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Um iate maltratado encontrado por um pescador filipino local não tinha ninguém pilotando, mas sua tripulação não estava faltando. Na verdade, o corpo do marinheiro alemão Manfred Fritz Bajorat foi encontrado dentro, caído em sua mesa, alcançando o rádio após um ataque cardíaco tirar sua vida. Ainda mais estranho, seu corpo inteiro parecia estar mumificado.

Ele desapareceu de 2009 a 2016, então as pessoas acreditavam que ele estava morto há vários anos, o que explicaria facilmente por que ele desapareceu. Foi teorizado que mumificação se deu devido ao ar salgado e seco e teria levado algumas semanas para começar.

Então a autópsia veio com algumas notícias chocantes: Manfred havia morrido de seu ataque cardíaco apenas uma semana antes. As razões pelas quais Manfred ficou sumido por tanto tempo, e como seu corpo mumificou tão rapidamente, são desconhecidas.

#3 Sea Bird

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

O Sea Bird era um navio mercante de 1750 que chegou em Rhode Island por conta própria. O navio estava desprovido de todos os seres humanos, mas ainda continha um cão e um gato, que felizmente cumprimentaram aqueles que investigaram o navio.

Depois que o navio foi investigado, várias pistas foram descobertas. Café estava fervendo no fogão, café da manhã servido, sentia-se cheiro de tabaco e moedas eram visíveis nas mesas, mas não havia tripulação. O navio ainda estava em perfeito estado, sem sinais de desastre ou motim. A única pista para o desaparecimento foi o registro mais recente do navio: “Brenton Reef avistado.” A lancha de emergência do navio tinha desaparecido, mas nem a lancha nem a tripulação voltaram a aparecer.

#4 ‘Korean People’s Army’

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Um estranho conjunto de 12 barcos de madeira foram encontrados flutuando ao redor das costas japonesas. Pelo estado dos barcos, eles haviam saído para o mar por um longo tempo, mas o que é ainda mais misterioso foi o seu conteúdo de 22 cadáveres.

Alguns dos corpos tinham suas cabeças cortadas, e um navio continha seis crânios. As únicas pistas de sua origem, eram que um barco era rotulado de “Korean People’s Army”, e outro continha um pano que parecia uma parte esfarrapada da bandeira norte-coreana. A razão por trás desses barcos fantasmas ainda é um mistério.

#5 Resolven

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Descoberto em agosto de 1884 pelos marinheiros d HMS Mallard, o Resolven foi encontrado flutuando no mar. O Mallard sinalizou para a tripulação, mas não recebeu resposta, então eles decidiram embarcar no navio.

No navio, não havia sinais de problemas; Na verdade, parecia que tinha sido recentemente habitado. A cozinha tinha um fogo aceso e a comida estava pronta nas mesas, mas ninguém estava ao redor para comê-la. Não havia sinais óbvios de danos estruturais ou de uma briga. A única pista sobre o que aconteceu com o Resolven, foi que todo o estoque de moedas de ouro do capitão tinha desaparecido e o barco salva-vidas também estava desaparecido. O Resolven foi recolhido e remodelado com uma nova tripulação, mas sua antiga nunca foi encontrava novamente.

#6 Lunatic

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

O Lunatic detêm a história de Jure Sterk, um homem de 72 anos da Eslovênia. Ele queria ter dois recordes: ser o homem mais velho a navegar sem parar o mundo todo e fazer isso no menor barco sem motor. Ele não era um novato. Ele já fez uma viagem ao redor do mundo em 1991 e escreveu quatro livros sobre suas aventuras.

Ele levou um rádio com ele na viagem, mas logo após o dia de Ano Novo em 2009, ele ficou em silêncio. Um navio que passava encontrou o Lunatic vazio e com fortes danos causados pela tempestade, e seu barco de emergência na parte de trás estava faltando. Jure e este barco de emergência nunca foram encontrados.

#7 Kaz II

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

O Kaz II foi um pequeno iate encontrado fora da costa da Austrália em 2008 e foi relatado que era pra ter sido tripulado por três pessoas em sua partida, Des Batten, Peter e John Tunstead. Na descoberta, o iate tinha uma vela rasgada, continha um laptop imóvel e uma caneca de café meio vazia – mas sem tripulação.

Um médico legista declarou que havia resolvido o mistério, dizendo que um dos membros da equipe caiu tentando liberar uma linha de pesca da hélice, e um segundo seguiu o exemplo tentando salvá-lo. O terceiro virou o barco para buscá-los, mas o vento mudou de repente e a retranca da vela o jogou na água. Esta teoria, entretanto, tem sua parcela de críticos, e os eventos reais do desaparecimento ainda são desconhecidas.

#8 Jian Seng

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

Outro em águas australianas, o Jian Seng foi encontrado em 2006 sem tripulação. O navio apresentou uma corda de reboque quebrada, o que sugere que estava em trânsito quando a corda se rompeu. Não havia sinais de danos ou pirataria no navio, por isso foi provavelmente um caso simples de uma corda frágil. Mistério resolvido, certo? Não tão fácil quanto esperado a primeira vista.

Não havia marcas de identificação no navio. Não apareceu nas pesquisas de navios registrados, se tivesse sido registrado. Ninguém mandou uma mensagem para procurar um grande navio que tinha quebrado. Ninguém reclamou. Quando eles testaram os motores do navio, eles viram que estava inoperante. Mesmo que a especulação diga que o navio era um navio de reabastecimento para barcos de pesca, ninguém sabe de onde ele se originou.

#9 High Aim 6

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

O High Aim 6 foi um navio chinês que deixou o porto de Taiwan em outubro de 2002. Ele foi localizado em janeiro de 2003 perto da Austrália, sem qualquer tripulação a bordo. Por um tempo, o mistério foi o por que o navio teria sido abandonado. Ele foi abastecido com comida, estava em boas condições e não estava contrabandeando imigrantes.

O Hight Aim 6 tornou notícia novamente quando um único membro da tripulação restante foi localizado. Foi só então que se obteve alguma história: O resto da tripulação tinha assassinado o capitão do navio e o engenheiro, em seguida partiram para voltar a sua terra natal. As razões por trás dos assassinatos ou os locais dos criminosos são desconhecidos.

#10 O Ocean Wave

10 navios fantasmas da vida real sem explicação

A história por trás do Ocean Wave era pra ser emocionante. O artista Bas Jan Ader estabeleceu uma meta dividida em três partes; Primeiro, ele teria uma despedida com um coro de estudantes cantando canções em um piano. Então, navegaria de Cape Cod a Falmouth na Inglaterra. Quando ele chegasse 8-10 semanas mais tarde, ele cantaria o final da música para terminar. O problema era que ele nunca chegaria à Inglaterra.

Seu barco foi encontrado flutuando sozinho, sem traços de Bas Jan Ader dentro. As pessoas especularam que uma onda o levou, ou que ele se desorientou e caiu, ou mesmo que toda a peça era uma máscara para seu próprio suicídio. De qualquer maneira, Bas Jan Ader nunca mais foi encontrado.

via listverse

Comentários

Advertisment ad adsense adlogger